Servidores federais têm direito a progressão de carreira desde 12 meses após a posse no cargo públic


O Tribunal Regional Federal da 4ª Região reconheceu o direito de servidor federal a ter sua progressão funcional a partir do décimo segundo mês após a posse em cargo público, sendo que as futuras promoções deverão respeitar o mesmo interstício de tempo.

Mecanismo de reconhecimento e manutenção do poder aquisitivo do servidor público, as progressões funcionais utilizam o binômio antiguidade e merecimento para elevar o patamar aquisitivo. Entretanto, com base em Decreto e outros normas sem poder de Lei Federal, a Administração Pública vem retardando o prazo para 18 meses, bem como apenas concedendo as promoções em meses fixos, fato este que contribui ainda mais para o deságio dos vencimentos.

O entendimento, que no caso concreto contempla um Analista do Seguro Social, já vem sendo estendida a quase todas as demais carreiras federais nas Subseções Judiciárias de Santa Catarina. Na prática, as condenações, que também sofrem a incidência de juros e correção monetária, têm superado a casa dos dois dígitos, pois além de reajustar os vencimentos em definitivo, ainda é cobrado o retroativo de até cinco anos.

Processo: 5029041-31.2017.4.04.7000

Artigos
Categorias
Marcadores
Redes Sociais
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon