Sócio resposável por empresa tem legitimidade para opor embargos de terceiro


A 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região firmou entendimento no sentido de que o sócio responsável pela empresa alvo de desconsideração de personalidade jurídica pode ingressar com embargos, tendo em vista a inexistência de patrimônio em seu negócio.

Desta feita, a partir de agora, o sócio cuja empresa seja objeto de desconsideração de personalidade jurídica está autorizado a opor embargos de terceiro no momento em que passar a figurar no polo passivo da demanda, conforme dispõe o artigo 674 do Código de Processo Civil.

De acordo com o redator do acórdão, desembargador Alexandre Nery de Oliveira, o Código de Processo Civil busca garantir o acesso ao direito constitucional do contraditória e da ampla defesa para aquele que não seja parte no processo.

Processo nº.: 0001157-37.2016.5.10.0812


Artigos
Categorias
Marcadores
Redes Sociais
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon